Chokebore - It's a Miracle

Mudança na continuidade. Será esta uma expressão adequada ao mais recente disco dos Chokebore? Talvez peque por precisão, mas o facto é que mantendo a sua identidade musical, os Chokebore oferecem-nos, quatro anos depois do magnifico "Black Black", um lote de tocantes canções em "It's a Miracle", onde é ainda muito visível uma certa dissonância rock que os caracteriza, mas desta feita menos visceral que a dos seus primeiros registos. Isto porque se encontra embelezada por subtis arranjos acústicos, por vezes de toada algo mais pop, mas conjugando-se sempre momentos de arrastada cadência melancólica, (pintada muitas vezes em negros et depressivos tons) com pujantes linhas de guitarra e momentos de muito "fuzz", impregnados de raiva. O uso do piano e dos ditos arranjos acústicos, dão por vezes tonalidades muito belas e mais diversificadas a estas canções, conferindo uma emoção ainda maior, (tal como a voz de Troy, também ela arrastada na sua sólida fragilidade), a um disco que possui por si só o poder de nos perturbar. (8/10)

Ana Gandum

Mondo Bizarre #11 (Maio de 2002)